Google+ Followers

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Caminhos Opostos

Fico perguntando-me por onde andará a única donzela que apaixonei-me de verdade; Ela era tão doce, pura, tinha um sorriso encantador e olhar fascinante. Sempre quando avistava-a, meu coração acelerava. 
Infelizmente naquela época eu era tímido, não conseguia declarar-me; E para minha tristeza, seguimos caminhos opostos nesta vida. A covardeza que tive deixou-me distante desta raridade, e torço que os ventos coloquem-a novamente próxima de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário