Google+ Followers

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Me dá uma chance

Eu não agüento mais segurar este sentimento dentro de mim, simplesmente por ele estar me consumindo, me oprimindo e até me constrangendo. Por isso necessito me abrir com você minha flor, antes que este amor me sufoque e me destrua por dentro.
Desde quando te avistei pela primeira vez e até hoje, minhas pernas tremem, meu coração acelera quando estou perto de você, sinto aquela vontade incontrolável te abraçar, beijar, mimar, acarinhar, amar você. Más preciso segurar por sermos, meros colegas de trabalho. Seguidamente te vejo com os olhos marejados d’água, e sempre acabo sabendo que essas lágrimas são de dor pela sua má sorte nos relacionamentos, no amor, e isto me corta o coração.
Enquanto tem pessoas que só pisam, perturbam, machucam seu coração, tem eu aqui, que só quer te cuidar, te proteger, te amar e te fazer a mulher mais realizada e amada de todo o universo.
Sei que não sou o príncipe encantado que você sempre sonhou em ter ao seu lado, más posso ser o homem que te faça pela primeira vez completa. E para isto preciso de apenas uma chance e nada mais.
Eu sei que você deve estar com receio de se machucar novamente, más prometo do fundo do meu coração, que este sentimento é puro, é belo, é sincero, ele nunca faria você sofrer, mais sim sorrir, feliz, realizada. E este amor não duraria apenas por uns instantes, por uns momentos logo após esta chance, ele simplesmente duraria, durará para sempre.

Desculpas

Eu sei que fiz com você algo muito errado, extremamente infantil, e admito este erro, e concordo por você não querer me ver nem pintado na sua frente. Estávamos numa relação estável, muito bela, conversávamos horas e horas todos os dias pelo celular e pessoalmente, e você até cantava no meu ouvidinho, musicas que eu pedia.
Más neste meio tempo acabei conhecendo uma certa garota, nos tornamos fortes amigos, e ela me fez crer, me fez sentir que a amizade poderia substituir o amor em minha vida. E conseqüentemente acabei me afastando de você, sem ao menos dizer o porquê.
E o tempo foi passando, e você não fazia mais parte dos meus pensamentos e da minha vida. Eu só tinha olhos para aquela amizade, cultivava ela noite e dia.
Más o tempo passou e para minha surpresa tudo mudou. A minha amizade não era como antes, a certa garota acabou priorizando o namorado dela e esqueceu nossa amizade, e foi se afastando de mim pouco a pouco, e para minha tristeza o inesperado fim da nossa amizade acabou chegando.
Neste momento me encontro sozinho, solitário, decepcionado comigo mesmo. Fico refletindo a todo o momento e só agora percebo que me encontro nesta situação deprimente por erros de mim mesmo, e infelizmente não posso fazer nada para corrigi-lo.
E agora só me vim aqui, te pedir desculpas pelos erros que acabei cometendo com você, e te desejar muita sorte e felicidade na sua carreira, no amor, na sua vida e que ninguém te decepcione assim como eu te decepcionei. Estou chorando neste momento, más peço, desejo, imploro a Deus, que ninguém te faça chorar, sofrer, por que você é uma garota muito especial e rara e não merece isto.
 E há mim só me resta ficar sozinho pelo resto da minha vida, chorando, sofrendo, por ter perdido você para mim mesmo.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Arrependida

Eu tenho andado muito confusa nestas ultimas semanas, por causa do meu amigo. Num certo dia de aula, eu estava sentada sozinha no canto da sala e ele veio puxar papo comigo, e papo vai, papo vem e ele acabou se declarando para mim, falando que era apaixonado por mim desde quando era criança, más tinha vergonha de chegar perto de mim, visto que sempre eu estava acompanhada das minhas amigas, fiquei muito assustada na hora, abaixei a cabeça e parei de falar com ele naquele momento.
No dia seguinte novamente ele veio novamente falar sobre este assunto comigo, eu tentei cortar o papo na hora, más ele se ajoelhou e implorou para mim escutar tudo o que tinha para falar, e tive que ceder. Ele falou que gostaria muito ficar comigo, que espera por isso a bastante tempo, e que sonha um dia ter uma relação séria comigo, eu falei que somos amigos e que nosso namoro não teria futuro por causa da nossa família que com certeza seria contra por termos crescidos juntos como se fosse irmãos.
Sinceramente balancei naquele momento, pelo simples fato de ele ter guardado este sentimento consigo há tanto tempo e ter me esperado até hoje. Más tive que decidir entre ficar com ele e brigar com nossa família, ou me afastar dele e seguir minha vida como se nada tivesse acontecido, pensei bastante e acabei decidindo me afastar dele por uns tempos até que ele conseguisse me tirar do seu coração.
Passou dois anos deste acontecido e me encontro neste momento sozinha em meu apartamento, sem amigos, sem vida social, sem emprego, e extremamente arrependida por não ter dado uma chance ao meu amigo naquela época. Nunca mais avistei ele na rua, nos parques, no shopping, e sequer escuto o nome dele entre nossos familiares, ele sumiu do mapa literalmente.
Minha vida ficou tão sem sentindo deste aquele tempo, tão triste, tão melancólica, acabo não tendo mais vontade de comer, de viver. Não sei se viverei assim para sempre, espero que minha vida acabe logo, por que não agüento mais sofrer, más se fosse para mim dar um conselho para você mulher que lê este meu desabafo, diria para você dar sempre uma chance ao um homem romântico, que tenha guardado este sentimento consigo a bastante tempo, esse é um homem raro, eu desperdicei esta chance, más não gostaria de ver outra mulher errar assim como eu, então não desperdice, aproveite esta oportunidade, por que eu não aproveitei e vou acabar morrendo solitária e arrependida.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Desisto do Amor

Esse é o momento mais triste e deprimente da minha vida, pelo simples fato de estar desistindo de vez do amor. Eu estava apaixonado por uma amiga, más ela estava namorando, então guardei este sentimento só pra mim durante dois anos, e continuei sendo amigo dela normalmente, más chegou um dia que esta amiga estava mal, e acabei descobrindo que ela tinha terminado o namoro com seu namorado. Eu aconselhei, ajudei, motivei, não deixei ela se abater com este ocorrido na vida.
As semanas que vieram logo após esta ocasião, acabamos nos aproximando, acabamos conversando mais sobre relacionamentos, hobbies, gostos culinários e planos para o futuro. E cada vez mais eu estava sentindo dentro de mim esse sentimento aumentar, se fortalecer, passavam-se dias, passavam-se noites e eu tinha certeza que ela me completava, que era a garota que sempre quis ter ao meu lado.
Más sentia que ela gostar ainda do seu ex namorado, e por isso não revelei que estava apaixonado por ela. Passaram-se mais uma semana e eu continuei sendo apenas amigo dela, e para minha surpresa ela anunciou que tinha começado novamente a namorar, e não era com seu ex, era com outro jovem rapaz. Essa notícia me abalou por inteiro, estava me sentindo sem chão, não esperava por isso, eu fiquei feliz por ela, más por outro lado, acabei passando noites em claro refletindo, chorando, sofrendo por outra pessoa ter tomado o lugar que poderia ser meu, más por ineficiência minha, deixei escapar a garota que poderia me completar, me iluminar, me inspirar pelo resto da minha vida.
Esse baque acabou me fazendo rever meus conceitos sobre o amor, e sobre planos para o futuro. E acabei decidindo que desistirei de vez do amor, por não agüentar mais sofrer por causa disto, e irei focar no meu principal objetivo que é virar Psicólogo e ajudar o ser humano no que ele precisar. A dor que estou sentindo no meu peito é forte por isto colocarei este objetivo como essencial na minha vida, e a profissão será minha paixão eterna.
Continuarei aconselhando, ajudando, motivando ela no que precisar, serei seu amigo para todas as horas difíceis e boas. Como ela está feliz eu acabo ficando feliz por ela mesmo estando triste por dentro, e seguirei minha vida em busca dos meus objetivos, dos meus sonhos, e o sentimento chamado amor nunca mais viverei, nunca mais vou querer sentir, nunca mais vou sentir.