Google+ Followers

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Desisto do Amor

Esse é o momento mais triste e deprimente da minha vida, pelo simples fato de estar desistindo de vez do amor. Eu estava apaixonado por uma amiga, más ela estava namorando, então guardei este sentimento só pra mim durante dois anos, e continuei sendo amigo dela normalmente, más chegou um dia que esta amiga estava mal, e acabei descobrindo que ela tinha terminado o namoro com seu namorado. Eu aconselhei, ajudei, motivei, não deixei ela se abater com este ocorrido na vida.
As semanas que vieram logo após esta ocasião, acabamos nos aproximando, acabamos conversando mais sobre relacionamentos, hobbies, gostos culinários e planos para o futuro. E cada vez mais eu estava sentindo dentro de mim esse sentimento aumentar, se fortalecer, passavam-se dias, passavam-se noites e eu tinha certeza que ela me completava, que era a garota que sempre quis ter ao meu lado.
Más sentia que ela gostar ainda do seu ex namorado, e por isso não revelei que estava apaixonado por ela. Passaram-se mais uma semana e eu continuei sendo apenas amigo dela, e para minha surpresa ela anunciou que tinha começado novamente a namorar, e não era com seu ex, era com outro jovem rapaz. Essa notícia me abalou por inteiro, estava me sentindo sem chão, não esperava por isso, eu fiquei feliz por ela, más por outro lado, acabei passando noites em claro refletindo, chorando, sofrendo por outra pessoa ter tomado o lugar que poderia ser meu, más por ineficiência minha, deixei escapar a garota que poderia me completar, me iluminar, me inspirar pelo resto da minha vida.
Esse baque acabou me fazendo rever meus conceitos sobre o amor, e sobre planos para o futuro. E acabei decidindo que desistirei de vez do amor, por não agüentar mais sofrer por causa disto, e irei focar no meu principal objetivo que é virar Psicólogo e ajudar o ser humano no que ele precisar. A dor que estou sentindo no meu peito é forte por isto colocarei este objetivo como essencial na minha vida, e a profissão será minha paixão eterna.
Continuarei aconselhando, ajudando, motivando ela no que precisar, serei seu amigo para todas as horas difíceis e boas. Como ela está feliz eu acabo ficando feliz por ela mesmo estando triste por dentro, e seguirei minha vida em busca dos meus objetivos, dos meus sonhos, e o sentimento chamado amor nunca mais viverei, nunca mais vou querer sentir, nunca mais vou sentir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário