Google+ Followers

terça-feira, 16 de setembro de 2014

És Uma Divindade

Eu vivo á cuidar-te, proteger-te, mimar-te, acarinhar-te, amar-te sem parar; Em todas manhãs levar-te café na cama, as tardes enviar-te rosas vermelhas, e as noites fazer-te serenatas de amor é meu dever. Perceber que sou o motivo do teu sorriso, não tem preço. 
Respiro-te, quero-te além desta vida; O sentimento que proporciona-me sentir cresce, fortalece, engrandece. És uma divindade, que pretendo envelhecer ao lado segurando á mão eternamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário